‘a história nunca acabou’ – LIVRO

Admito que já estive nesta mesma posição umas quantas vezes e que prometi a mim mesma levar isto até ao fim, mas nunca o fiz.

Não percebia porque nunca conseguia acabar uma história, até hoje.

Quando comecei a escrever Lady Rebel eu tinha 17 anos. Era uma miúda… aos 19 embarquei na viagem de Vagalumes de Inverno e ainda nessa altura, eu não era madura o suficiente para conseguir alcançar o tipo de história que idealizei.

No início deste ano, peguei em ambas as fanfics e reli-as. Corrigi e revi, tudo aquilo que tinha para rever, mas no final não consegui avançar com nenhuma delas.

Decidi por os planos de lado então e da noite para o dia, ‘a história nunca acabou’ surgiu.

Desta vez de um ângulo completamente diferente e muito mais intimo, onde me inspiro nas pessoas do meu quotidiano para criar as personagens deste minha nova aventura literária sobre mim mesma e a minha vida.

Leia a história AQUI 
Espero conseguir captar a atenção de alguns de vocês e desde já, obrigada ❤
XX Carol

 

20 Imagens que te vão fazer (ainda mais) querer ir a Paris.

Hey Girls! Uma vez que estou ansiosamente a aguardar pela minha câmera  nova para começar os Vlogs, decidi trazer-vos hoje um novo estilo de post dedicado a destinos de sonho.

O primeiro destino não poderia ser outro senão Paris. Fui apenas uma vez lá quando tinha ainda 17 anos e foi sem dúvida uma das minhas viagens favoritas.

Infelizmente não tenho grandes fotografias minhas de quando lá estive, mas fiz uma pequena pesquisa e encontrei algumas das melhores imagens para vos aliciar a conhecer a cidade das luzes ❤

 

XX xx Carol

(4 beijos à moda francesa 😉 )

25/365 Hora de Começar

Hora de começar o quê?

Só tu mesma podes responder a isso. O que queres para ti? O que queres para começar? O que precisas?

Sê sincera contigo mesma! Pára por 5 min e reflete acerca daquilo que és, daquilo que gostas, do que queres para a tua vida. És feliz como és? Sentes-te realizada?

O que te falta?

Eu tenho-me debatido com essas mesmas perguntas, vezes e vezes sem conta nos últimos tempos, sem resposta certa para cada uma delas e isso incomoda-me.

Tenho 21 anos e sinto-me inútil grande parte do meu tempo. Vejo pessoas à minha volta, com a minha idade tão mais tranquilas com o seu estilo de vida lento e rotineiro, sem propósitos, pergunto-lhes acerca dos seus planos para o futuro e os únicos planos que têm são para Sábado à noite.

Como assim?

Ok que eu também adoro Sábados à noite, mas e o resto da semana? E os outros seis dias que por ti passam? Eles não contam?

Preciso de me organizar, definir bem na minha cabeça aquilo que quero e o que tenho de fazer para chegar lá. Eu posso ser nova e ter ainda todo o tempo do mundo, mas o tempo só está a meu favor, quando eu faço ele valer a pena, não é? E quanto mais cedo eu começar, mais cedo eu vou ter!

Eu não estou aqui a tentar dizer que sou melhor do que ninguém, porque evidentemente não o sou, mas vejo tanta gente com potencial incrível, mas sem qualquer tipo de motivação e isso deixa-me de tal maneira frustrada e inquieta.

Não estou a tentar mudar ninguém, esse nem sequer é o meu objetivo, o que eu realmente quero é que, levantes esse rabo do sofá e vás para a rua, encontrar o teu propósito.

XX Carol