‘a história nunca acabou’ – LIVRO

Admito que já estive nesta mesma posição umas quantas vezes e que prometi a mim mesma levar isto até ao fim, mas nunca o fiz.

Não percebia porque nunca conseguia acabar uma história, até hoje.

Quando comecei a escrever Lady Rebel eu tinha 17 anos. Era uma miúda… aos 19 embarquei na viagem de Vagalumes de Inverno e ainda nessa altura, eu não era madura o suficiente para conseguir alcançar o tipo de história que idealizei.

No início deste ano, peguei em ambas as fanfics e reli-as. Corrigi e revi, tudo aquilo que tinha para rever, mas no final não consegui avançar com nenhuma delas.

Decidi por os planos de lado então e da noite para o dia, ‘a história nunca acabou’ surgiu.

Desta vez de um ângulo completamente diferente e muito mais intimo, onde me inspiro nas pessoas do meu quotidiano para criar as personagens deste minha nova aventura literária sobre mim mesma e a minha vida.

Leia a história AQUI 
Espero conseguir captar a atenção de alguns de vocês e desde já, obrigada ❤
XX Carol

 

Vagalumes de Inverno

Hoje eu vim falar de um novo projeto. Um projeto literário. Vagalumes de Inverno é a minha segunda fanfic e provavelmente ,o meu primeiro livro.

Este ano, eu descobri, a minha até então desconhecida, paixão pela escrita. Numa noite de insónias uma ideia surgiu do nada e eu senti uma necessidade consumista, de apontar as ideias. Foi nessa madrugada de Março que nasceu Lady Rebel, mas só depois de alguns meses, eu comecei a postá-la e sucessivamente, despertei o gosto pela escrita.

Vagalumes de Inverno surgiu 7 meses mais tarde e roubou o meu coração, em apenas um dia. Para dar a conhecer um pouco mais deste trabalho, eu vou deixar aqui tudo o que tenho até ao momento.

Trailer

 Sinopse

“Quando as sombras da noite e as estrelas aparecerem. E não houver ninguém lá para secar as tuas lágrimas. Eu poderia segurar-te por um milhão de anos. Para te fazer sentir o meu amor.”

 Eles não foram um “Felizes para Sempre” ou caíram no cliché de um Romeu e Julieta. Não! Eles foram além do que um simples coração poderia enxergar.

 No meio de tanta escuridão, Nina encontrou a luz que Eros pensou ter perdido quando o seu primeiro amor se foi. 

  Dois jovens que se descobriram pela primeira vez depois de tantos anos. Duas vidas singulares e distantes, unidas por um passado infeliz. Eles tinham tudo para acabar mal, mas nada disso impediu o final certo.  

 Eles foram a prova de que perfeição e amor são palavras distintas. Certo e errado podem se conjugar.  Sorrisos e lágrimas podem curar.

 Nina e Eros eram perfeitos, perfeitamente imperfeitos. 

Tumblr de Vagalumes de Inverno

Vagalumes de Inverno no Fanfic Revolution

Grupo no Facebook